Terça-feira, Dezembro 7, 2021
Atualidade Desportiva Calendário de Advento Destaques da Semana

Afinal, parece que a dinastia não acabou!

Bem sei que agora andamos na loucura do regresso dos campeonatos nacionais e, já esta semana temos também Liga dos Campeões. Mas, acontece que do outro lado do Atlântico existem para lá uns senhores que metem uma bola num cesto, e aquilo tem estado bem animado.

Nos últimos anos dizia-se que a dinastia de São Francisco (Golden State Warriors) tinha acabado. Que Klay Thompson não iria voltar (está quase), Draymond Green não conseguia fazer nada sozinho (não é mentira, mas é “só” um dos melhores defensores da NBA) e que um tal de Steph Curry nunca seria capaz de levar toda uma equipa às costas. Pois bem, neste início de época os Warriors respondem a tudo isto com um record de 13-3 (até ao momento) e um nível de jogo que não se via desde que a turma de Steve Kerr tinha (claramente) uma das melhores equipas de sempre da NBA. Curry, parece que só sabe marcar e anda com uma “modéstia” média de 31 pontos por jogo. Há pouco tempo Steph lembrou-nos também de uma estatística engraçada e fez o seu 38º jogo com mais de 9 triplos num jogo (um record na NBA). Só em jeito de comparação, o segundo desta lista é James Harden (também ele um dos melhores lançadores do jogo) com 9 jogos com mais 9 triplos. Nota-se uma certa diferença, certo?

A NBA é cíclica. Devido ao sistema de draft, as melhores equipas nunca serão as melhores durante muito tempo. Cabe às organizações segurar os seus jogadores chave (neste caso Curry e Green) e ir tentado, tanto através de trocas como de seleções no draft, montar uma nova equipa à volta das suas estrelas algo que, aparentemente, Golden State conseguiu fazer muito bem. O início do campeonato está bem promissor, mas a época da NBA tem 82 (!) jogos na sua fase regular por isso só mesmo com o desenrolar da época é que poderemos confirmar se esta restruturação dos Warriors foi bem conseguia (ou não).

Similar Posts

Leave a Reply

%d bloggers like this: