Domingo, Outubro 2, 2022
Novos Valores

Hugo Guillamón – Futuro dos Che

Hugo Guillamón é um jogador espanhol de 21 anos, nascido em 2000 e parte da geração que ganhou os europeus de sub-17 e sub-19 em 2017 e 2019, respetivamente, onde foi sempre um dos jogadores mais utilizados e um dos pilares dessas equipas

            Hugo fez todo o seu percurso nas camadas jovens do Valencia, jogou UEFA Youth League e já conta com mais de 100 jogos a nível sénior. Isto é, apesar de ter apenas 21 anos, já é um jogador com alguma experiência e com bagagem para estar na roda do futebol sénior ao mais alto nível.

            Em Julho de 2020, prolongou o seu vínculo contratual até 2023, e subiu a cláusula de rescisão para 80M€, valores que comprovam as grandes grandes esperanças que os dirigentes do Valencia depositam no jovem jogador.

Perfil do jogador

            Guillamón sempre foi defesa central (maioritariamente do lado esquerdo) ao logo da sua formação e inclusivamente na transição para sénior, mas esta época tem sido preferencialmente usado como médio defensivo no 4-4-2 de Pepe Bordalás, fazendo dupla com Daniel Wass no centro do terreno. Esta passagem para médio poderá estar não só associada à qualidade e conforto com a bola nos pés, mas também à relativa baixa estatura de Guillamón (1.82m). Adicionalmente, a qualidade nas opções do plantel para a posição de DC (Alderete, Diakhaby e Gabriel Paulista), também foram factor de peso nesta transição.

            É um jogador rápido, com qualidade na transição defensiva, mas exposto nos momentos de duelos individuais, especialmente pelo ar. Tem boa técnica de passe e mostra qualidade nas acções com ambos os pés.

Momento defensivo

            É um jogador que actua como médio defensivo ou defesa centro pelo lado esquerdo. Destaca-se pela sua velocidade tanto em corrida, como em deslocamento lateral e pela rápidas reações. Assim, apesar de não ser um atleta com uma passada larga, consegue cobrir eficientemente o espaço à sua volta e mostra um raio de acção interessante.

            Tem muita qualidade no momento de transição defensiva, onde por antecipação consegue interceptar vários lances pois  “cola” muito rapidamente nos avançados adversários, não deixando espaço para que estes se consigam enquadrar.

            Outras das suas características principais são a sua consistência na orientação corporal e o entendimento sobre onde estar posicionado em função da bola e distância para a baliza. É também um jogador muito comunicativo.

Momento ofensivo

            Ofensivamente é um jogador que se sente muito confortável com a bola nos pés. É destro, mas também tecnicamente sólido usando o pé esquerdo. Excelente técnica de receção de bola, capacidade no drible e imensa qualidade de passe curto/médio (não é comum usar o passe longo para sair a jogar). Devido a isso, e ao seu entendimento do jogo tem sido a principal referência do Valencia na 1ª fase de construção. Não tem grande tendência de sair com a bola em progressão, mas quando o faz apresenta valências neste capítulo.

Futuro           

            Após a renovação em julho de 2020, ficam dissipadas as dúvidas sobre a sua continuidade no clube, depois de ter sido muito cobiçado pelo Barcelona.

            O Valencia tem passado por um período atribulado, devido a algumas decisões dos atuais donos do clube. Um possível caminho para estabilizar o clube dentro de campo pode ser o de apostar na prata da casa e dar condições aos jogadores que conheçam e sintam os valores do clube. Após a saída de Ferran Torres, Hugo Guillamón é, a par de Carlos Soler, a grande esperança a sair da formação valenciana e será certamente uma das pedras basilares do Valencia nos próximos anos.

Similar Posts

Leave a Reply

%d bloggers like this: