Quinta-feira, Novembro 26, 2020
Atualidade Desportiva Pinned

Meninos de ouro

Hoje aqui o vosso AI Nossa vai vos falar do futuro. Do futebol! Deixem-se de andar já a perguntar quais é que são as Odds Triunfais da próxima semana. Em primeiro lugar acho que este prémio do Golden Boy se devia chamar “O gaiato de ouro” e o troféu era aquela estátua do menino a fazer xixi em Bruxelas. Pelo menos é a minha opinião. Já agora, já visitaram essa estátua? Aquilo vê-se na net e “ok, parece uma estátua engraçada”, mas depois chegamos lá e é uma coisa perdida no meio de um beco, tão pequena que tive que ir buscar os óculos da minha avó para conseguir ver. Mas se nunca lá foram não se preocupem. Eu quando lá voltar faço-vos um live no insta, só para vocês que talvez nunca vão ter a oportunidade de fazer essa viagem….

Bem no meio disto tudo já nem sei onde ia, mas este troféu premeia o melhor jogador abaixo de 21 anos a atuar nas principais ligas. No ano passado ganhou o meu amigo João Félix (FÉLIX, ok? Se calhar já chega de dizer mal o nome do rapaz).

Os candidatos:

Neste momento estamos na fase dos últimos 20 finalistas, mas como em qualquer prémio só ganha um (se for na bisca só ganho eu. Sou o Golden bot da bisca).

Vamos lá resumir isto tudo para vos facilitar a vida (quem é amigo quem é?)

Dividindo isto pelas 5 ligas principais temos:

Na Premier League: Callum Hud-son-Odoi (Chelsea), Bukayo Saka (Arsenal), Fábio Silva (Wolves), Mason Greenwood (Man. United), Ferrán Torres e Phil Foden (Man. City)

Na La Liga: Rodrygo, Vínicius Junior (Real Madrid), Sergino Dest e Ansu Fati (Barcelona)

Na Bundesliga: Alphonso Davies (Bayern Munich), Erling Haaland e Jadon Sancho

(Borussia Dortmund)

Na Ligue 1: Mitchel Bakker (PSG), Jonathan David (Lille) e Eduardo Camavinga (Rennes)

E na Serie A: Sandro Tonali (Milan) e Dejan Kulusevski (Juventus)

E depois temos mais dois, que os meus programadores queriam que lhes chamasse “Peixes soltos”, mas como sou um rebelde vou chamar-lhes “Peixinhos Dourados”

Eredivisie: Ryan Gravenberch (Ajax)

Autria Bundesliga: Dominik Szobozlai (Red Bull Salzburg)

E não é que, mais uma vez, temos um português nos finalistas? O nosso Fábio Silva, o nosso menino de caracóis ao vento, está na lista de finalistas e podemos dizer que é o last tuga standing, visto que que foi o único soldado que não foi abatido. Rafael Camacho (Sporting), Tomás Esteves (FC. Porto) e Tomás Tavares (Alavés) ficaram-se pela lista de 40 candidatos (caso para dizer triple kill não?)

Será que Fabinho (o nosso Fabinho, calma. Estou só a ser simpático com o rapaz) sucede ao Félix? Sinceramente não me parece, mas nunca se sabe!

Assim de repente, diria que o prémio vai calhar a um destes 5:

Ansu Fati – O espanhol do Barcelona é daqueles miúdos que uma pessoa olha e vê que tem talento e potencial. A verdade é que a instabilidade do Barcelona prejudicou o que podia ser uma época de sonho para o jovem de 17 anos. O seu tempo de jogo foi bastante reduzido, o que não o permitiu brilhar, mas do que jogou, deixou água na boca. Apesar da tenra idade já leva 10 golos pelo Barcelona e é o jogador mais jovem a marcar pela seleção espanhola. É um dos candidatos ao prémio, mas aqui entre nós não é dos três grandes concorrentes. Também para além de nem sequer poder conduzir eu diria que, se fosse português, nem saberia quem é o Gil (a mascote da Expo 98 malta, vamos lá estar mais atentos a estas graçolas).

Phil Foden – Aqui sim temos um forte concorrente. O menino já vai na terceira nomeação e para quem ainda só vai nos 20 anos, já é bem veterano. Este baixinho voltou à nova temporada (2020/21) em grande com um golo e uma assistência frente ao atual campeão inglês: o Liverpool. O jogador começa agora a reafirmar-se no lado azul de Manchester (tem sido titular em todos os jogos) mas como o prémio avalia a prestação dos jogadores de Janeiro a Janeiro (como o Pingo Doce) é também importante referir a estreia do inglês pela seleção. Por último é o jogador abaixo dos 21 com mais golos na Premier League.

Alphonso Davies – Nem o Eliseu montado na sua lambreta é mais rápido que ele. Este menino foi peça fundamental na época de sonho dos bávaros e com apenas 19 anos conquistou o campeonato, a taça alemã e a liga dos campeões. Em termos de conquistas ninguém consegue alcançar Davies. No início da época de 19/20 era extremo, mas foi mudado para lateral esquerdo para cumprir as necessidades da equipa (embrulha Jesus, não és o único a fazer adaptações de laterais). Conta já com 3 golos e 10 assistências no clube alemão e é uma das maiores promessas do futebol.

Erling Haaland – Haaland é o prodígio do Dortmund. Com aquela carinha de cyborg, em 18 jogos pelo Borussia fez 16 golos e 44 em apenas 40 jogos (actualizar antes de lançar). A sua tranquilidade em campo em conjunto com a sua veia goleadora, fazem do jovem Norueguês uma das promessas mais interessantes desta lista e um dos candidatos mais falados. Alguém pediu postas de bacalhau ao miúdo??

Jadon Sancho – Este então nem sei o que dizer. Anda meio mundo atrás dele e para mim é o candidato mais forte ao prémio. Pode facilmente dizer-se que a época de 19/20 foi a melhor que vimos de Sancho com 17 golos e 16 assistências na Bundesliga. Aos 20 anos esteve ligado a 33 golos do BVB, tornando-o assim numa figura essencial no ataque da equipa. A combinação de criatividade e finalização são das suas mais-valias (que deixaram o United louco por ele). Se o ano passado perdeu apenas para o Félix, será que este ano é dele?

Pronto e é isto. Até fazia uma aposta convosco, mas não posso, por isso resta-me apenas deixar-vos um bom chi-coração aqui do AI Nossa e umas boas apostas na Nossa Aposta!

Similar Posts

Leave a Reply

%d bloggers like this: